Sociedade

Detetada bactéria multirresistente em 17 utentes em hospital da Feira

Doentes estão em isolamento.


Foi detetada a presença de uma bactéria multirresistente em 17 utentes internados no Hospital São Sebastião, em Santa Maria da Feira.

Segundo fonte da administração do Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga (CHEDV), que tutela o hospital, citada pela agência Lusa, os doentes estão em isolamento.

De acordo com a mesma fonte, a situação foi detetada no dia 25 de agosto, "nos habituais rastreios de rotina para monitorização e controlo de infeções hospitalares".

Depois de serem detetados “três utentes internados portadores da bactéria 'New Delhi metallo-beta-lactamase' (NDM)" – uma bactéria multirresistente a antibióticos betalactâmicos, nomeadamente a penicilina e os seus derivados– foram acionadas "de imediato as estratégias protocoladas para este tipo de situações, nomeadamente o isolamento em quartos individuais dos três utentes detetados".

Os rastreios efetuados permitiram detetar "mais 14 utentes portadores ou colonizados pela bactéria". Ainda assim, "nenhuma dessas pessoas se encontra doente por causa da NDM".

A direção realça que a situação "obriga sobretudo ao reforço das medidas de higienização", mas destaca que "não é motivo para alarmismo".

Os utentes em causa estão internados numa ala específica da enfermaria geral e estão sob "acompanhamento e monitorização permanentes".  

Até ao momento não foi detetado nenhum profissional de saúde do hospital com a referida bactéria.