Sociedade

Tenta matar ex-mulher e companheiro por não se conformar com o fim do relacionamento

Disparo que atingiu uma das vítimas, "só não se revelou fatal por mero acaso".

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 55 anos, suspeito de dois crimes de homicídio, na forma tentada, e de um crime de detenção de arma proibida, ocorridos na madrugada desta terça-feira, em Furadouro, Condeixa-a-Nova.

O suspeito, com a intervenção da GNR de Condeixa-a-Nova, foi detido pouco após a ocorrência dos factos.

Segundo a PJ, que está a investigar o caso, “os crimes foram cometidos com utilização de arma de fogo, num quadro de vingança contra a ex-mulher e o atual companheiro desta, por nunca se ter conformado com o termo do relacionamento”.

A vítima masculina foi atingida na zona da cabeça com gravidade, sendo que o disparo só não se revelou fatal por mero acaso. Apesar de gravemente ferido, conseguiu fugir do local e esconder-se até ser socorrido.

“Por sua vez, a sua ex-mulher só não foi atingida, porquanto o agressor, quando apontou a arma contra si, dizendo que a matava, defendeu-se, agarrando-se ao atirador e à arma, desse modo conseguindo desviar os tiros que a visavam, após o que também logrou pôr-se em fuga”, revela a PJ.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.