Internacional

OMS não espera vacinação em massa contra a covid-19 antes de meados do próximo ano

A porta-voz da organização disse que nenhuma das vacinas em desenvolvimento mostrou ainda um “sinal claro” de eficácia de pelo menos 50%

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reiterou, esta sexta-feira, que a entidade não espera "uma vacinação generalizada contra o novo coronavírus até meados do próximo ano".

Segundo a porta-voz da organização, nenhuma das vacinas em desenvolvimento mostrou ainda um “sinal claro” de eficácia de pelo menos 50%. "Esta fase três tem de demorar mais porque temos de ver quão verdadeiramente protetora a vacina é e também quão segura", explicou Margaret Harris, durante uma conferência de imprensa.

Recentemente, a Rússia aprovou uma vacina, menos de dois meses depois de terem começado os testes. Também nos Estados Unidos, o Centro de Controlo de Doenças notificou as autoridades de que há possibilidades de começarem a distribuir uma vacina no final de outubro ou início de novembro.