Vinagrete

Assassino condenado na Nova Zelândia

O autor de um massacre de 51 muçulmanos num ataque a 2 Mesquitas, em 2019, foi condenado a prisão perpétua, e sem possibilidade de liberdades condicionais.

por Pedro d'Anunciação

Esta última parte (prisão perpétua e sem direito a liberdades condicionais) pode deixar muita gente por aí perplexa. Sobretudo os que acreditam muito piamente na recuperação de gente desta. E eu não andarei muito longe daí, principalmente como católico que sou, sem perder o meu cepticismo pessoal.

Mas o que mais surpreenderá por aqui foi a rapidez com que se chegou à condenação (1 ano), quer por parte das autoridades de investigação, quer pelas judiciais (em conjunto).