Sociedade

CP instaura processo disciplinar a revisor acusado de assédio

Situação foi denunciada por passageira nas redes sociais.


A CP- Comboios de Portugal instaurou um processo disciplinar ao revisor da empresa acusado de assédio por uma passageira.

Em comunicado, a empresa revela que "procedeu a imediatas e preliminares diligências de averiguação interna, no sentido de apurar os factos denunciados pela cliente", confirmando "a existência de uma conduta inadequada" por parte do operador de Revisão e Venda a Empresa”. Desta forma, a CP determinou"a instauração de processo disciplinar ao referido trabalhador".

"A CP – Comboios de Portugal repudia e não se revê neste tipo de comportamento e apresenta as suas desculpas", refere a mesma nota.

Recorde-se que uma passageira do comboio que fazia a ligação entre Carrascal e Tomar, no sábado passado, acusou o revisor de assédio e apresentou queixa à empresa e “às autoridades competentes”.

A situação foi denunciada pela própria nas redes sociais.