Internacional

Lukashenko admite que "talvez tenha excedido um pouco" o seu tempo

O chefe de Governo bielorruso acrescenta, no entanto, que é o único capaz de proteger o país agora.

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, cuja reeleição desencadeou uma onde de protestos pelas ruas da capital do país, admitiu, esta terça-feira que poderá estar no poder há demasiado tempo. “Sim, talvez tenha excedido um pouco o meu tempo”, disse o governante, que é chefe de Governo há 26 anos, a algumas agências de informação russas.

Segundo a agência TASS, o Presidente Bielorrusso considerou, no entanto, que é a única pessoa capaz de proteger o país agora.

A oposição acusa o atual Presidente de fraude nas eleições presidenciais, que se realizaram em agosto, e durante as quais o governante foi reeleito para um sexto mandato. Depois de Svetlana Tikhanovskaya se ter exilado do país, após a reeleição, Maria Kolesnikova, uma outra opositora foi detida, esta terça-feira, quando, segundo a agência Belta, tentava deixar o país. Segundo colegas da oposição, Kolesnikova foi sequestrada no centro de Minsk.