Internacional

Começou a corrida a sucessor de Shinzo Abe

Na frente está Yoshihide Suga, antigo braço direito de Abe, que tem tudo para ser o próximo primeiro-ministro japonês. É seguido de perto pelo ultraconservador Shigeru Ishiba. 

Arranca esta quarta-feira, oficialmente, a corrida à liderança do Partido Liberal Democrático (PLD). O vencedor da votação, marcada para 14 de setembro, onde participarão apenas dirigentes do partido, terá nas mãos uma maioria parlamentar. É quase certo que quem ganhar será o próximo primeiro-ministro do Japão. Na frente da corrida está Yoshihide Suga, que durante muito tempo foi o braço direito de Shinzo Abe, o primeiro-ministro demissionário

Mais habituado aos bastidores que à ribalta, Suga partiu para a corrida com a desvantagem de ser menos popular entre o público japonês que o seu principal adversário, o antigo ministro da Defesa Shigeru Ishiba, um ultraconservador que era dos poucos críticos de Abe dentro do PLD. Entretanto, muito graças à aura de sucessor de Abe, Suga começou a ganhar terreno nas sondagens, em relação tanto a Ishiba como ao seu outro adversário, o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros  Fumio Kishida, outro lealista a Abe.

No centro da disputa entre Suga e Ishiba está a política económica. Suga defende as políticas do seu mentor, a chamada Abenomics, ou seja, uma política monetária flexível com aumento dos gastos estatais. Já Ishiba defende uma política protecionista, com investimento no setor produtivo.