Internacional

Pai ganha guarda provisória da filha após vídeo onde menina dizia que era vítima de abuso sexual se tornar viral

Vídeo onde criança denunciava que estava a ser abusada sexualmente pelo namorado da mãe tornou-se viral e uniu a Internet.

Há alguns dias, um vídeo de uma criança a gritar por ajuda e a denunciar que estava a ser abusada sexualmente pelo namorado da mãe, no estado norte-americano do Texas, tornou-se viral nas redes sociais e levou a que fosse criado um movimento online em defesa da menina. Agora, a união da Internet parece ter dado resultado e há novos desenvolvimentos no caso. Esta quarta-feira, um juiz do Texas concedeu a guarda provisória da menina, de nove anos, e dos seus dois irmãos, ao pai, numa altura em que a família se prepara para o julgamento sobre a guarda das crianças.

Recorde-se que o vídeo partilhado na Internet mostrava a criança, Sophie, a implorar por ajuda e a recusar-se a sair do carro, durante um processo de mudança de guarda parental, e a perguntar por que ninguém acreditava nela, enquanto chorava e dizia que não queria ir para casa da mãe e do namorado. As imagens levaram a que fosse criada uma página de angariação de fundos no GoFundMe, que arrecadou milhares de euros, e deu origem ao movimento StandWithSophie, uma campanha de apoio para a jovem e para o seu pai, Michael Long, que revelou que luta há anos pela guarda dos filhos.

"Sophie, de 9 anos, revelou que tem sido continuamente sujeita a violência doméstica, aliciamento sexual e, mais recentemente, abuso sexual / violação na sua residência principal”, dizia a página do GoFundMe. “O pai dela está a lutar pela sua vida, enquanto os agressores usam todos os recursos para colocar as suas mãos novamente nela”, acrescentava.

Segundo a imprensa internacional, a defesa de Michael Long indiciou que um novo juiz no caso decidiu entregar a guarda provisória da criança ao pai por “cautela”. O julgamento pela guarda das crianças começa em novembro.