Economia

Porto fica fora dos planos de retoma da TAP

A companhia aérea vai repor voos para Europa, África, Estados Unidos  e Brasil em outubro.

 

O plano de retoma de atividade da TAP vai ficar concentrado no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. Segundo o Jornal de Notícias, a companhia aérea vai repor os voos em outubro e criar seis novas rotas no para o próximo verão.

As ligações que vão ser repostas são para a Europa, África, Brasil e Estados Unidos. Segundo a mesma publicação, o aeroporto Francisco Sá Carneiro terá apenas uma nova rota, com início em dezembro, para a ilha do Sal, em Cabo Verde.

Ao Jornal de Notícias, o presidente da Associação Comercial do Porto, Nuno Botelho, afirmou que Portugal “completamente anestesiado” e que o Executivo se terá, “aparentemente”, demitido de “qualquer opinião nas decisões estratégicas de retoma de voos da TAP”. O responsável deixa ainda críticas ao ministério das Infraestruturas e da Habitação, lembrando que Pedro Nuno Santos prometeu que ia reverter a política da TAP, de forma a evitar que na região norte a companhia seja substituída por companhias low cost.

Fonte da companhia aérea disse, no entanto, à publicação que “as únicas rotas que a TAP anunciou, com início entre outubro e março, são Lisboa/Maceió e Porto/Sal”.