Sociedade

Português morre na Suíça depois de ser esfaqueado por homem encapuzado

A polícia explicou que não houve qualquer discussão ou luta e que a investigação decorre para perceber as motivações do ataque.

Um português foi morto, durante a noite de sábado, no cantão suíço de Vaud, próiximo de uma estação de comboios.

A vítima, de 29 anos, foi atacada por um homem vestido de preto e encapuzado, que o esfaqueou duas vezes e fugiu. O homem foi detido no domingo, a 15 quilómetros do local.

“Aconteceu tudo muito rápido. A vítima estava em frente ao kebab com a namorada, quando ele veio a correr, esfaqueou-o e fugiu, aproveitando a confusão”, contou uma testemunha à imprensa local. Outra testemunho disse que começou por ouvir gritos de uma mulher. “Pensámos que era um assalto, mas de repente vimos o homem no chão. Os polícias e a ambulância chegaram rapidamente, mas a vítima perdeu muito sangue”, disseram.

A polícia explicou que não houve qualquer discussão ou luta e que a investigação decorre para perceber as motivações do ataque.

Segundo o jornal Correio da Manhã, a vítima, natural de Amarante, tinha emigrado para a Suíça há vários meses.