Internacional

OMS diz que não se deve esperar por uma vacina para controlar a propagação da covid-19

O diretor-geral das Nações Unidas apela à responsabilidade da população mundial.  

A Organização Mundial de Saúde (OMS) apelou esta segunda-feira para que não se espere pela vacina da covid-19 para impedir a propagação da doença e a uma maior responsabilidade por parte da população, numa altura em que a Europa regista mais casos diários do que no início da pandemia, em março. 

O diretor-geral das Nações Unidas, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que "se não se controlarem os contágios, mais pessoas morrerão", numa sessão do comité para a Europa da OMS.  O responsável pede aos Governos para protegerem os mais vulneráveis e utilizarem "ferramentas existentes" e prevenirem "eventos amplificadores" de contágios, como os ajuntamentos de grandes dimensões.

Tedros disse ainda que quando a vacina estiver disponível todos os países devem ter acesso de forma igual à mesma, visto o novo coronavírus ameaçar a saúde pública internacional. "O virus continuará a matar e a recuperação económica mundial demorará mais" caso os países mais pobres sejam excluídos da vacinação, afirma o responsável, que sublinha que a covid-19 alertou para a importancia de investir nos sistemas nacionais de saúde.