Opiniao

A vacina da BCG ajuda a atenuar a Covid19 e agora?

Acho realmente chocante que este país, ande a investir dinheiro em submarinos, aeroportos e no Novo Banco, em vez de na prevenção e na saúde das nossas crianças, ainda por cima quando ajuda a combater uma das maiores pandemias mundiais de sempre! 

Quando pensamos que Portugal não pode ficar pior para as crianças, fica. Numa ida comum à farmácia, deparo-me com uma farmacêutica que lê os meus artigos e em modo de desespero pede-me ajuda! Qual é o assunto, perguntei eu, visto que normalmente escrevo sempre sobre assuntos relacionados com crianças e mulheres ou idosos. O assunto esse, era e é muito grave! A senhora desesperada explicou-me, que a filha nascida em 2018, não foi vacinada contra a tuberculose, pois a vacina que todos nós conhecemos por BCG, não consta no Plano Nacional de Vacinação desde 2017. E outro pequeno pormenor não obstante: não consegue comprá-la, em Portugal! Quando falei com outros especialistas disseram-me que: “A vacina BCG apenas está disponível em modo hospitalar. Não dá para comprar assim. É muito cara e instável. Por norma 1 frasco dá para 10 crianças e depois de abrir dura 24h. Têm de rentabilizar ao máximo!” Ora e por isso, e por todas as razões mencionadas estão desde 2017 todas as crianças estão em risco de apanhar tuberculose. Para quem não sabe: A tuberculose afeta geralmente os pulmões, embora possa também afetar outras partes do corpo. A maioria das infeções não manifesta sintomas, sendo nesses casos denominada tuberculose latente. Cerca de 10% das infeções latentes evoluem para tuberculose ativa. Se não for tratada, a tuberculose ativa causa a morte a metade das pessoas infetadas. Os sintomas clássicos da tuberculose activa são tosse crónica com expulsão de sangue, escarro, febre, suores noturnos e perda de peso. A infeção de outros órgãos pode causar vários outros sintomas. 

Segundo uma notícia de Abril de 2019: Numa notícia avançada pelo site da “TSF”, informa-se que 34 crianças com menos de seis anos contraíram tuberculose (quatro das quais com alta gravidade), sendo que nenhuma das crianças infetadas tinha sido vacinada.

As regiões de Lisboa e do Porto são aquelas que apresentam o maior número de casos de infeção e por isso são consideradas prioritárias, porém Isabel Carvalho faz a ressalva de que ainda não há previsão de quando a medida irá avançar (voltar a ter a vacina BCG disponível). «São ideias que têm sentido, que parecem ir melhorar a operacionalização da vacina, mas que ainda estão a ser trabalhadas», declarou à TSF. Ela não me deu só essa informação como me reportou casos não mencionados, ou seja, surtos que decorreram na Amadora sem terem sido noticiados! Já para não falar que a tuberculose é uma doença altamente contagiosa! 

E em relação ao covid será que ajuda?

“Novos estudos científicos reforçam a ideia de que as pessoas que levaram a vacina da BCG (contra a bactéria que provoca a tuberculose) podem apresentar uma doença menos grave no caso de infeção com o SARS-CoV-2, noticiou o Diário de Notícias. Um deles foi publicado na revista Vaccines, o outro na Cell Reports Medicine.

A equipa israelita analisou 55 países, incluindo Portugal, para perceber se havia alguma associação entre a administração da vacina da BCG e um melhor prognóstico dos doentes com Covid-19. Para os investigadores, a vacinação contra a tuberculose, sobretudo aquela que aconteceu há menos tempo (logo entre os mais jovens), parece “contribuir para atenuar a propagação e severidade da pandemia de Covid-19”, conforme publicaram na Vaccines.”

Acho realmente chocante que este país, ande a investir dinheiro em submarinos, aeroportos e no Novo Banco, em vez de na prevenção e na saúde das nossas crianças, ainda por cima quando ajuda a combater uma das maiores pandemias mundiais de sempre! Todos sabemos que a BCG é cara, mas é assim tão cara que seja à custa da saúde dos nossos filhos e de toda a população, incluindo os nossos idosos que são os mais vulneráveis! Se a minha filha é vacinada e devido a isso diminui a probabilidade de contágio e propagação da Covid19 está assim a proteger o seu avô e os outros idosos, tal como todas as crianças estariam se estivessem vacinadas! Fora isso, não é um alvo mortal e contagioso da tuberculose como todas as crianças que nasceram em 2017 e posteriormente a isso!