Vida

Kanye West partilha vídeo a urinar em cima de Grammy e declara guerra à indústria musical

Marido de Kim Kardashian garante que não vai "parar".

 

Kanye West volta a ser o centro da polémica. Alguns dias depois de ter criticado a indústria musical, o rapper partilhou, esta quarta-feira, um vídeo a urinar numa estátua dos Grammy dentro de uma sanita.

"Acreditem em mim... Não vou parar", escreveu na legenda da partilha que fez no Twitter, declarando assim uma guerra à indústria musical e garantindo que "todos os músicos vão ser livres".

Além do vídeo, o cantor expressou o seu descontentamento com os contratos entre artistas e produtoras, sobretudo com a Universal Music, com a qual firmou dez contratos. Kanye West partilhou mesmo algumas páginas dos documentos, que considera “abusivos”, e pediu aos “advogados do mundo inteiro” que os analisassem.

Entre vários tweets, o marido de Kim Kardashian pediu o apoio de nomes como Kendrick Lamar, Bono “e até mesmo Taylor [Swift]”, garantindo, várias vezes, que “não vai parar”, e divulgou uma alegada conversa com um consultor da Universal, que explicava quais o termos e opções para o músico deixar a produtora.