Politica

Telmo não comenta 'Chicão'

O centrista disse que “teria muito a dizer sobre este assunto”, mas prefere não comentar “as declarações do presidente do CDS sobre essa matéria”.

O líder parlamentar do CDS, Telmo Correia, recusou comentar as críticas do líder do partido aos políticos que integram a comissão de honra de Luís Filipe Vieira. O centrista disse que “teria muito a dizer sobre este assunto”, mas prefere não comentar “as declarações do presidente do CDS sobre essa matéria”.

Francisco Rodrigues dos Santos defendeu que “os deveres éticos e morais” devem impedir que qualquer político com um papel relevante apareça ligado ao presidente de um clube de futebol. As críticas eram dirigidas a António Costa, mas acabaram por atingir o líder parlamentar do CDS que integra a comissão de honra de Vieira.

Rui Rio já tinha criticado a mistura entre a política e o futebol. Ontem, o líder do PSD preferiu não comentar a presença do deputado social-democrata Duarte Pacheco na comissão de honra de Vieira. Garantiu, no entanto, que não foi convidado para apoiar nenhum clube. “Devo ser o político que está no ultimo lugar para ser convidado para alguma coisa ligada ao futebol”.

O PCP, ao contrário do Bloco de Esquerda, não atacou Costa por aceitar entrar na comissão de honra da candidatura de Vieira. João Oliveira disse que o PCP “não acompanha ideias de restrições de direitos individuais nem de consideração de incompatibilidades dos titulares de cargos políticos que não sejam aquelas que estão na lei”.