Sociedade

GNR interrompe casamento com 300 pessoas em Moura

Caso ocorreu esta quarta-feira.

A GNR interrompeu, esta quarta-feira, a celebração de um casamento, no concelho de Moura, com cerca de 300 pessoas.

Num comunicado emitido esta quinta-feira, a força de segurança revela que, após ter conhecimento de que se iria realizar um casamento que violava as regras definidas pelo Governo no âmbito da pandemia, os militares apuraram que não tinha sido solicitado um parecer sobre a cerimónia à Autoridade de Saúde. Depois de se deslocarem ao local, os guardas confirmaram a presença de cerca de 300 pessoas.

A intervenção da GNR resultou na interrupção da cerimónia, "tendo apenas sido autorizados a permanecer no local os cidadãos residentes. Durante a referida ação, não se registou qualquer tipo de incidente".

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Moura.