Internacional

Homem viajou cinco horas de autocarro com várias partes do corpo da namorada na bagagem

As autoridades revelaram que encontraram alguns órgãos, a cabeça da vítima e a metade inferior do corpo na bagagem. Homem viajou para ir visitar a família.

Um homem assassinou a namorada e foi apanhado pela polícia depois de fazer uma viagem de mais de cinco horas com partes do corpo da vítima guardadas em várias malas, nos Estados Unidos.

De acordo com fonte policial, citada pela imprensa internacional, o suspeito, Melvin Martin Jr., confessou que transportou consigo uma bagagem com partes do corpo da namorada desde Louisville, no estado de Kentucky, para Chicago, Illinois. Depois de chegar à estação rodoviária, onde a família o esperava, foi para casa da mãe.

O homem nunca desfez duas das suas malas e guardou-as dentro de uma outra mala na garagem de casa. Poucos dias depois, a família notou um odor estranho e acabaram por encontrar as partes do corpo, entrando imediatamente em contacto com a polícia.

As autoridades revelaram que encontraram alguns órgãos, a cabeça da vítima e a metade inferior do corpo na bagagem.

Depois de detido, o suspeito confessou que matou a namorada durante uma discussão, em Lousiville, e admitiu que enterrou a parte superior do corpo num parque da cidade. Questionado porque tinha ficado com algumas partes do corpo, o homem disse que "ainda queria estar" com a namorada.

A polícia revelou que a mulher, que não foi identificada, estava morta há pelo menos um mês, e que o homem tomou várias medidas para tentar ocultar os odores do cadáver.

Esta quarta-feira, as autoridades encontraram o resto do corpo no parque onde o suspeito disse que o tinha escondido.

Martin Jr. encontra-se detido e deverá ser extraditado para Louiville.