Internacional

Pinguim encontrado morto com máscara no estômago

Máscara está na origem da morte do animal.

Um pinguim foi encontrado morto na praia de Juquehy, em São Sebastião, São Paulo, no Brasil, no passado dia 9 de setembro, dois dias depois de um feriado que levou milhares de pessoas à praia. Agora, a necropsia realizada ao animal revela que este morreu depois de engolir uma máscara de proteção individual.

De acordo com o site G1, o acessório, usado como proteção contra o novo coronavírus, estava preso no estômago do pinguim. Tratava-se de uma máscara N95, indicada para uso hospitalar.

O exame foi realizado pelo Instituto Argonauta, em Ubatuba, que é responsável pela preservação das espécies costeiras no litoral de São Paulo. 

O oceanógrafo Hugo Gallo Neto, presidente do Instituto, alertou para o aumento de lixo encontrado nas praias. “Nós já vínhamos alertando o aparecimento de máscara e esse caso é a prova inequívoca de que esse tipo de resíduo causa mal e mortalidade também na fauna marinha, além da irresponsabilidade da pessoa que dispensa uma máscara em um lugar inadequado, pois é um lixo hospitalar com risco de contaminação de outras pessoas", alertou.