Internacional

Morreram dois homens a desarmar bomba da Segunda Guerra Mundial

Os especialistas em desminagem armazenaram bombas sem permissão numa área residencial. A explosão aconteceu no domingo à tarde.

O britânico Stephen "Luke" Atkinson e o australiano Trent Lee, especialistas em desminagem na organização não-governamental (ONG) holandesa Norwegian People's Aid (NPA), morreram quando tentavam desarmar uma bomba da Segunda Guerra Mundial nas Ilhas Salomão numa área residencial de Honiara.

Segundo a AFP, as informações foram divulgadas esta segunda-feira pelas autoridades locais, mas a explosão aconteceu no domingo à tarde no escritório da ONG.

Os dois homens estariam a trabalhar na criação de um banco de dados sobre munições não detonadas no arquipélago. O inspetor de polícia local, Clifford Tunuki, afirmou que a polícia não sabia que esta munição ali se encontrava ou teria agido de imediato. Agora, as bombas já foram removidas do local e a área está segura, garante o inspetor.

A NPA já veio dizer num comunicado que todas as suas atividades na ilha estão suspensas e que “a investigação deve ser concluída antes que uma conclusão possa ser tirada sobre a causa dos eventos”.

As Ilhas Salomão têm cerca de 600.000 habitantes e durante a Segunda Guerra Mundial foram fortemente bombeadas e atacadas durante os combates entre as forças aliadas e japonesas. Ainda existem várias munições e bombas no solo, o que tem graves consequências na saúde.