Sociedade

Homem desrespeita prisão domiciliária e ameaça e agride PSP

Homem estava já referenciado por vários ilícitos criminais e estava em prisão domiciliária, com vigilância eletrónica, tendo desrespeitado essa medida de coação.  

Um homem, de 44 anos, ficou em prisão preventiva, por injúrias, ameaças e agressão a um agente da PSP, em Guimarães.

Em comunicado, a força de segurança explica que os factos ocorreram na passada sexta-feira, após uma desordem numa instituição bancária. O agente da PSP encontrou o suspeito "completamente alterado, a gesticular contra um casal".

Na sequência da intervenção do agente, o homem começou a injuriar e a ameaçar o polícia "gesticulando com o punho cerrado, ameaçando-o de que lhe partia a cabeça" O suspeito acabou por empurrar o agente e deu-lhe um soco no pescoço.

O polícia teve de receber tratamento hospitalar.

A PSP realça que o suspeito é uma pessoa "extremamente violenta" e que só foi possível algemá-lo com a ajuda de mais dois polícias e dois elementos pertencentes à GNR que, "por coincidência, estavam a passar no local".

O homem estava já referenciado por vários ilícitos criminais e estava em prisão domiciliária, com vigilância eletrónica, tendo desrespeitado essa medida de coação.