Sociedade

Número de internados é o mais elevado desde 23 de maio: São 546

Existem, neste momento, 546 pessoas internadas - são mais 28 face ao último balanço.

Portugal registou mais cinco mortos nas últimas 24 horas devido ao novo coronavírus, aumentando para 1.925 o número de vítimas mortais no país desde o início da pandemia. Destes óbitos, três ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo e dois na região Norte.

O boletim da Direção-Geral da Saúde, desta terça-feira, revela ainda que foram diagnosticados 463 novos casos. Portugal contabiliza agora um total de 69.663 infetados. Dos novos casos, 198 (43%) foram diagnosticados na região de Lisboa e 191 (41%) no Norte. A região Centro regista mais 36 casos, o Alentejo mais dois e o Algarve mais 21. Nos Açores há mais dois casos e na Madeira mais três.

Este número de novas infeções é o mais baixo dos últimos dias - apenas no dia 15 de setembro foi mais baixo, quando se registaram 425 casos de infeção.

Existem, neste momento, 546 pessoas internadas, mais 28 que ontem. Destas, 70 estão nos cuidados intensivos, mais nove face ao último balanço. Este é o número de internamentos mais elevado desde o dia 23 de maio, quando estavam internadas 550 pessoas. Nesse dia, apenas o número de doentes em cuidados intensivos era superior (80).

Nas últimas 24 horas recuperaram da doença mais 238 pessoas. Já são 45.974 os casos recuperados.

Neste momento, há 21.764 casos ativos de infeção e as autoridades de saúde têm 40.418 contactos em vigilância.

Consulte aqui o boletim na íntegra.