Internacional

Regresso dos adeptos ingleses aos estádios foi adiado e o teletrabalho volta a ser preferencial

Novas medidas no Reino Unido são para manter nos próximos seis meses.

O Reino Unido está num ponto preocupante da pandemia e deve agir, disse o primeiro-ministro, Boris Johnson, esta terça-feira, no Parlamento, onde anunciou as novas restrições para controlar a propagação do contágio de covid-19.

A diminuição de número de convidados num casamento, agora são permitidas 15 pessoas antes eram 30, proibição da prática de desportos coletivos em pavilhões ou espaços fechados, são apenas algumas das novas restrições.

O teletrabalho volta a ser o método preferencial, sempre que o emprego assim permita. O regresso dos adeptos aos estádios, previsto para dia 1 de outubro, voltou também a ser adiado.

"Não vamos poupar esforços em desenvolver vacinas, tratamentos, novas formas de testagem em massa. Mas a não ser que façamos progressos visíveis, assumimos que as restrições que anunciei vão ficar em vigor durante pelo menos seis meses", declarou o primeiro-ministro.