Sociedade

Bélgica volta a pôr Lisboa no "vermelho"

Quem chegar ao país depois de ter estado na região da capital portuguesa tem de cumprir quarentena e teste de despistagem.

A Bélgica, a par de vários países na Europa, tem registado um aumento significativo de casos de covid-19, apesar disso decidiu aliviar – ainda que ligeiramente – as restrições no país.

Ao mesmo tempo que as medidas foram aligeiradas, a área metropolitana de Lisboa voltou a constar na lista de “zonas vermelhas”.

 Por outro lado, a interdição de receber viajantes das zonas vermelhas foi substituída por um "desaconselhar fortemente" esses destinos pelo Governo belga, que agora impõe uma quarentena de sete dias e um teste à covid-19 ao quinto dia.

As novas medidas entram em vigor a 25 de setembro.