Economia

Combustíveis. Consumo aumentou 2,69% em agosto

Apesar da subida do consumo de combustível em agosto face a julho, a ENSE destaca que se continua a registar uma descida negativa de 22,98% em comparação com o mesmo período do ano passado.

O consumo de combustíveis aumentou 2,69% em agosto face a julho, evidenciando “alguma recuperação, mas ainda lenta”, face às “quedas abruptas” entre março e maio devido à pandemia, divulgou esta quinta-feira a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE).

“O total de introduções ao consumo [registos efetuados, para efeitos fiscais, pelos comercializadores grossistas de combustível] registou uma subida em agosto face ao mês anterior de 15 658 toneladas (+2,69%), apesar de continuar uma descida homóloga negativa de 22,98% face ao mesmo período do ano anterior”, refere a ENSE em comunicado.

Segundo a nota, estes dados revelam “alguma recuperação, mas ainda lenta, depois das quebras abruptas registadas entre março e maio devido aos confinamentos provocados pela crise pandémica”.

No que diz respeito à gasolina (categoria A), registou-se em agosto uma subida de 7276 toneladas (+8,29%) face ao mês anterior, mas uma redução homóloga de 14,49%.

“Já no que diz respeito ao gasóleo de aviação (Jet), registou-se uma subida face ao mês anterior de 20 467 toneladas (+50,43%), mostrando uma recuperação gradual, mas constante, no setor da aviação, apesar de continuar a registar-se uma descida homóloga de 61,27% face ao mesmo período de 2019”, avança.

Nos restantes gasóleos, o consumo recuou 1,71% em agosto face a julho (-6939 toneladas) e caiu 11,45% em termos homólogos.

Na categoria C (GPL e Fuel) registou-se uma descida de 5147 toneladas (-10,63%) relativamente a julho e uma diminuição homóloga de 24,95% face a agosto de 2019.