Internacional

Trump diz que "não é fã" de Meghan Markle e deseja "boa sorte" ao princípe Harry

Em causa estão declarações da duquesa sobre as presidenciais de novembro.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, parece ter ficado incomodado com os mais recentes comentários de Meghan Markle sobre as eleições de novembro e acabou por criticar a atriz ao desejar “boa sorte” ao seu marido, o príncipe Harry.

Durante um programa especial da estação ABC, esta terça-feira, Meghan Markle pediu aos americanos que votassem nas eleições presidenciais, destacando que esta é a “escolha mais importante” das suas vidas.

Harry, que surgiu ao lado da mulher, também falou: “À medida que nos aproximamos de novembro, é vital que rejeitemos o discurso de ódio, a desinformação e os ataques na Internet”, disse.

“Quando votamos os nossos valores são colocados em ação e as nossas vozes são ouvidas”, disse Meghan Markle no programa, onde falaram as 100 pessoas mais influentes de 2020, de acordo com a revista Time.

Nem Meghan, nem Harry, se referiram diretamente a Donald Trump, mas o atual Presidente dos EUA parece não ter gostado.

Questionado pelos jornalistas sobre os comentários da ex-atriz, Trump atirou: “Não sou fã dela”, disse.

“Desejo boa sorte a Harry, porque ele vai precisar”, rematou.

Recorde-se que, em agosto, a duquesa de Sussex pediu uma “mudança” ao falar das eleições presidenciais.