Internacional

Donald Trump foi apupado enquanto rezava junto ao caixão de Ruth Bader Ginsburg

 "Votem contra ele", gritaram alguns dos presentes. 

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi apupado, esta quinta-feira, enquanto rezava junto ao caixão da juíza progressista Ruth Bader Ginsburg, que morreu na semana passada, vítima de cancro, aos 87 anos.

A multidão que estava presente no local para homenagear RBG, juíza que defendeu os direitos das mulheres, a igualdade entre géneros, aproveitou o momento de silêncio para apupar o presidente norte-americano. "Votem contra ele", gritaram alguns dos presentes. 

A morte de Ruth Bader Ginsburg abriu a possibilidade de Trump nomear mais um juiz para o Supremo Tribunal, podendo deixar este órgão com uma maioria conservadora de seis contra três juízes.

Questionado sobre este assunto, Trump afirmou que pretende resolver a questão antes das eleições presidenciais, marcadas para dia 3 de novembro, e que anunciará no sábado a sua indicação do novo juiz, que terá de ser aprovada pelo senado,  onde o Partido Republicano detém a maioria dos assentos.