Sociedade

Processo de rastreio aos diferentes cancros vai ser "acelerado", garante António Sales

O governante admite que este processo foi prejudicado com o aparecimento da covid-19.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, afirmou, esta quinta-feira, que o Ministério da Saúde vai "acelerar o processo" dos rastreios aos diferentes cancros, depois do aparecimento da covid-19 ter prejudicado esta situação, que, nas palavras de Lacerda Sales, é "muito preocupante".

O governante afirma que o processo está a ser feita a  reprogramação de todos esses rastreios em todas as regiões do país. "Se não parámos e conseguimos manter fora deste processo [covid] os IPO [Instituto Português de Oncologia] - embora com algum decréscimo -, a nossa preocupação na área da oncologia vai exatamente para os rastreios do cancro da mama, do cancro do colo do útero e do cancro colorretal", disse Lacerda Sales após a conferência Valorizar e Reforçar os Serviços de Saúde na Região de Leiria, no Mosteiro da Batalha.