Sociedade

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de cidadão ucraniano

Investigação da PJ terá concluído que Igor Homeniuk terá sido morto à 'pancada'.

O Ministério Público (MP) vai acusar três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de homicídio qualificado do cidadão ucraniano, que morreu em março passado quando estava à guarda das autoridades no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa.

O despacho de acusação deverá ser emitido até dia 30 de setembro.

A investigação da Polícia Judiciária, que demorou seis meses, deverá ilibar os seguranças do aeroporto, mas, segundo a TVI24, o MP pode ainda vir a constituir mais arguidos.

O caso levou à detenção dos três inspetores do SEF – em prisão domiciliária desde então - e à demissão do diretor e subdiretor do serviço.

Recorde-se que Igor Homeniuk terá sido agredido violentamente – acabando por morrer – pelos inspetores em causa, depois de recusar regressar à Turquia de onde tinha viajado.