Vida

Mariah Carey diz que foi drogada pela irmã quando tinha 12 anos: "Tentou vender-me a um chulo"

A cantora diz ainda que a irmã a deixou com queimaduras de terceiro grau.

Mariah Carey fez revelações chocantes sobre a sua família, numa entrevista com Oprah Winfrey, onde falou sobre a sua biografia, "The Meaning of Mariah Carey", que será publicada no dia 29 de setembro.  

A cantora confessou que a sua irmã mais velha, Alison, a drogou e a tentou vender, quando esta era menor. "Quando eu tinha 12 anos, a minha irmã drogou-me com valium, ofereceu-me uma unha cheia de cocaína, deixou-me com queimaduras de terceiro grau e tentou vender-me a um chulo", disse a artista. 

Segundo Mariah, a cantora não cresceu com os irmãos e sente que nem os conhece bem." Assim que caí neste mundo, senti-me literalmente uma marginal dentro da minha própria família", admitiu Mariah. "Eles cresceram com a experiência de viver com um pai negro e uma mãe branca, enquanto família, eu vivi maioritariamente com a minha mãe, coisa que eles viram como mais fácil. Na realidade, não foi. Sempre acharam que a minha vida tinha sido mais fácil", explicou. 

A cantora afirma ainda que fala dos irmãos como "ex-irmãos" e que não trata a mãe por mãe mas sim pelo seu primeiro nome.