Politica

Seria "absolutamente insano e injustificado" haver crise política, diz Costa

Primeiro-ministro lembra que o país já enfrenta uma crise sanitária, uma crise económica e uma crise social.

António Costa disse, esta segunda-feira, que as negociações do Orçamento com os parceiros de esquerda registam "avanços positivos" e defendeu que seria "absolutamente insano" se Portugal entrasse em crise política.

"As negociações com os nossos parceiros parlamentares têm vindo a decorrer com avanços positivos e, portanto, tenho confiança de que este ano, tal como aconteceu nos quatro anteriores, tenhamos um bom Orçamento", disse o primeiro-ministro numa conferência de imprensa conjunta com a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, nos jardins de São Bento, em Lisboa.

"Já temos uma crise sanitária, acrescentou-se uma crise económica e uma crise social. Haver uma crise política era absolutamente insano e injustificado. Creio que nada justifica que isso venha a acontecer. Pelo contrário, acho que as negociações têm vindo a decorrer de forma a ficarmos com um bom Orçamento para 2021", justificou.