Sociedade

Disparou sobre vizinho após desavença e deixou-o em coma

Suspeito foi detido.

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, deteve um homem, de 59 anos, por sobre ele recaírem fortes indícios da prática de crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, detenção de arma proibida e omissão de auxílio.

Num comunicado emitido esta terça-feira, a autoridade revela que os factos foram praticados no início da noite do passado dia 24 de setembro, quando o suspeito, na sequência de um episódio de desavenças com um vizinho, acabou por alvejá-lo, com um disparo de arma de fogo, à entrada da respetiva residência. A vítima foi atingida numa “zona vital” e sofreu “diversas hemorragias internas” que a colocaram em estado de coma.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, na sequência do qual lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.