Sociedade

Ministério Público acusa três inspetores do SEF de homicídio qualificado

Em causa está a morte de Ihor Homeniuk. 

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), suspeitos de terem assassinado um cidadão ucraniano no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, foram acusados de homicídio qualificado pelo Ministério Publico, esta quarta-feira, avançou a TVI24.

Os inspetores Luís Costa da Silva, Bruno Valadares e Sousa e Duarte Laja detiveram Ihor Homeniuk quando este aterrou em Lisboa, no passado dia 13 de março, depois de ter estado na Turquia. Depois de terem impedido o homem de entrar no país, levaram-no para o Centro de Instalação Temporária do aeroporto, onde o torturam e agrediram até à morte.