Vida

Nick Mason dos Pink Floyd admite ter vergonha do seu dinheiro

Músico lamenta a forma como gasta a fortuna e lamenta a sua pegada ecológica.

O baterista dos Pink Floyd, Nick Mason, considera que pertence a uma geração de músicos que atualmente têm “alguma vergonha da fortuna que tem". "Acho que todos temos", admitiu, numa entrevista ao Telegraph.

Para o músico, esse embaraço tem tanto a ver com a quantidade de dinheiro como a forma em que é usado. “A minha pegada ecológica é assombrosa", lamentou.

Nick Mason recordou ainda o início dos Pink floyd, uma das bandas mais aclamados do mundo, e lembrou que o facto de terem enveredado pelo rock psicadélico não tem uma razão particular, simplesmente seguiram “a moda” dos anos 60.

"Ainda hoje não entendo como chegámos a esse ponto de experimentação livre", disse. "Pensávamos em nós como uma banda de R&B, a tocar uns êxitos. Era só uma piada", afirmou na mesma entrevista.

"O que é interessante é que éramos bastante impopulares: costumávamos ir ao norte [do Reino Unido] e as pessoas apupavam-nos, odiavam-nos. Não percebo porque não acabámos logo ali", acrescentou.