Internacional

Navalny diz que "Putin está por detrás" do seu envenenamento

Opositor russo reitera que pretende regressar à Rússia. 

Alexei Navalny acusou, esta quinta-feira, o Presidente russo, Vladimir Putin, de estar por detrás do envenenamento de que foi vítima.

"Afirmo que Putin está por detrás deste ato. Não vejo outras explicações", disse o opositor russo, de 44 anos, em entrevista à revista alemã Der Spigel.

Navalny, que ainda está a recuperar na Alemanha, após ter tido alta do hospital onde estava internado em Berlim, reiterou que pretende regressar à Rússia quando estiver restabelecido do envenenamento de que foi alvo em agosto.

"Não vou dar ao Putin o presente de não regressar à Rússia", declarou. "Tenho o dever de me manter como sou: alguém que não tem medo e eu não estou com medo", acrescentou ainda na mesma entrevista.

Recorde-se que o líder da oposição russa se sentiu mal durante um voo, a 20 de agosto. Esteve internado na Rússia, antes de ser transferido para a Alemanha, onde os médicos concluíram que se tratou de um envenenamento por Novitchok, uma substância neurotóxica concebida por especialistas soviéticos e com fins militares. 

Foram três os laboratórios europeus que concluíram que Navalny foi envenenado pelo agente nervoso do tipo Novitchok.