Sociedade

Homem condenado por matar outro à pedrada em Portugal detido no Brasil

O homem compareceu num velório e acabou por ser detido pela polícia brasileira. 

Um português, condenado a 16 anos de prisão por matar um homem à pedrada em 2011 em Portugal, foi detido, esta quinta-feira, na cidade de Curitiba, no Brasil, anunciaram as autoridades do país liderado por Jair Bolsonaro. O homem compareceu num velório e acabou por ser detido pela polícia brasileira. 

O homem foi interpelado pelas autoridades, pela primeira vez, no final de agosto, em Torres, cidade localizada no Rio Grande do Sul. Os documentos de identificação que este apresentou levantaram desconfianças por parte dos polícias militares. Ao informarem a Representação Regional da Interpol no Rio Grande do Sul, "as diligências indicaram que o documento tinha sido expedido mediante apresentação de certidão falsa", pode ler-se numa nota das autoridades.

 A partir dessa confirmação, a polícia entrou em contacto com a Interpol em Portugal para verificar as impressões digitais, obtendo a informação de que o estrangeiro estava foragido.

A identidade do detido não foi divulgada pelas autoridades. O mandado de prisão para a extradição do português foi emitido pelo Supremo Tribunal Federal. Até ser enviado para Portugal, o homem encontra-se na Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná.