Sociedade

Homicida de adolescente da Amadora fica em prisão preventiva

Entregou-se na esquadra e vinha acompanhado de um advogado.


O jovem, de 17 anos, que esfaqueou o adolescente de 16 anos, que viria a morrer, durante uma alegada rixa entre grupos na Amadora, apresentou-se na esquadra com um advogado, este sábado de madrugada.

O jovem confessou o esfaqueamento, mas garantiu que não tinha intenção de matar a vítima. Ficou em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Lisboa.

Recorde-se que a vítima, um jovem de 16 anos, morreu na quinta-feira à noite, após ter sido esfaqueado na estação de comboios da Amadora, durante um confronto entre grupos rivais, que tinha sido marcado através das redes sociais.