Sociedade

Escola de Lisboa manda alunos para casa depois de ficar sem água

Os alunos deverão estar de volta na próxima sexta-feira.

A Escola Básica Teixeira de Pascoais, na freguesia de Alvalade, Lisboa, mandou na tarde desta terça-feira 270 alunos para casa depois de ficar sem água devido à rutura num ramal.

O coordenador da escola, Rui Lopes, adiantou à agência Lusa que 11 turmas, do 1º ao 4º ano, ficarão em casa até sexta-feira depois de os técnicos da Câmara Municipal de Lisboa e da EPAL (Empresa Portuguesa das Águas Livres) dizerem “que na quarta e na quinta-feira iam reparar a canalização”. O também professor acrescentou que o ramal deverá ser reconstruído, ressalvando que, enquanto isso não acontecer, a escola encontra-se sem água.

Fonte da EPAL explicou à agência Lusa que se trata de uma “rotura particular” dentro de um prédio, não sendo assim da sua responsabilidade

"É mais uma daquelas situações chatas, inconvenientes, mas tivemos que, à pressa, mandar toda a gente para casa", disse o coordenador da escola.