Desporto

Özil oferece-se para pagar o salário à mascote do Arsenal, que estava em layoff

O Sevilha até tinha contratado a mascote, mas o Gunnersaurus está de volta ao Arsenal.

A mascote do Arsenal, ou o funcionário que vestia a pele do Gunnersaurus, Jerry Quy, foi colocado em layoff devido aos impactos da pandemia nos cofres do clube, mas agora está de volta porque Mesut Özil se ofereceu para lhe pagar o salário.

“Fiquei tão triste por o Jerry Quy, também conhecido como nosso famoso e leal mascote Gunnersaurus, e parte integrante do nosso clube ter sido despedido depois 27 anos. Como tal, ofereço-me para reembolsar o Arsenal com o salário integral do nosso rapaz grande verde, enquanto for jogador do Arsenal”, escreveu o jogador de futebol no Twitter.

 

 

O Gunnersaurus chegou a resistir à primeira onda de despedimentos, que colocou 55 funcionários do clube inglês no dezembro. Quando a mascote teve de fazer também parte dos cortes, o Sevilha chegou a anunciar a contratação do mascote e deixou os fãs do Arsenal muito indignados. Agora, o dinossauro que costumava animar os adeptos do Arsenal no estádio, está de regresso.