Internacional

"Não vou perder o meu tempo num debate virtual", diz Trump

Debate agendado para o próximo dia 15 será virtual. Trump, que continua infetado com o novo coronavírus, não concorda.

Depois de a Comissão de Debates Presidenciais anunciar, esta quinta-feira, que o próximo debate entre Donald Trump e Joe Biden, agendado para 15 de outubro, será virtual, o chefe de Estado norte-americano não demorou a reagir e a mostrar que se opõe à decisão.

"Não vou fazer um debate virtual. Não vou perder o meu tempo num debate virtual", disse Trump, numa entrevista telefónica à Fox Business.

De realçar que a mudança do frente-a-frente para um formato virtual, por videoconferência, ocorre depois de Donald Trump ter testado, na última semana, positivo para a covid-19. O chefe de Estado norte-americano esteve hospitalizado e continua agora a receber tratamento na Casa Branca. A Comissão refere que a decisão foi tomada “com o objetivo de proteger a saúde e segurança de todos os envolvidos”.

Esta quinta-feira, no vídeo partilhado no twitter, Trump, que ainda não superou a doença, disse que contrair a covid-19 foi uma "bênção de Deus" e garantiu que isso ajudará a "curar" outros norte-americanos. O Presidente dos EUA explicou ainda que o seu governo planeia aprovar com caráter de urgência o cocktail da Regeneron que lhe foi administrado e que o mesmo será distribuído gratuitamente.