Politica

Orçamento de Estado "aprovado na generalidade" pelo Conselho de Ministros mas com "temas por fechar"

O Executivo vai reunir-se novamente para concluir a discussão dos dossiês ainda em aberto.

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, “na generalidade” a proposta de Orçamento do Estado (OE) do governo para 2021, mas ainda com “alguns temas por fechar”, segundo avançou fonte oficial do Governo à agência Lusa.

A mesma fonte adiantou ainda que o Executivo vai voltar a reunir-se para concluir a discussão dos dossiês  em aberto, mas ainda não há data para que tal aconteça.

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros esteve reunido das 9h30 e as 20h00 e, durante o briefing que aconteceu ao início da tarde, que serviu unicamente para o governo apresentar outras medidas na área do trabalho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, comprometeu-se apenas com o prazo de entrega do OE no parlamento. "O que é certo é que na próxima segunda-feira o Orçamento do Estado será entregue na Assembleia da República, garantiu.

Quando interrogada sobre a entrevista à RTP da líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, que acusou, na quarta-feira, o governo de “intransigência”, nas negociações orçamentais, Mariana Vieira da Silva respondeu que “a negociação em torno do Orçamento do Estado é sempre um exercício de aproximação entre partes num quadro de disponibilidade e responsabilidade na aprovação do Orçamento. É esse o caminho que está a ser feito”.

A ministra de Estado e da Presidência explicou ainda que este “exercício de aproximação” é feito “procurando garantir que é um orçamento que responde às necessidades dos portugueses, de proteção dos trabalhadores e das famílias e de um apoio à retoma da atividade económica que se quer que possa ser sustentável e positivo”, não querendo adiantar outros pormenores sobre mais medidas que constem do documento.