Sociedade

Covid-19. INEM transportou mais de dois mil casos suspeitos numa semana

Desde 1 de março que o INEM já transportou mais de 50 mil utentes com suspeitas do novo coronavírus.

Entre 28 de setembro e 4 de outubro, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) transportou 2.296 utentes com suspeita de infeção por covid-19, de acordo com os dados divulgados pelo organismo, que viu o seu trabalho aumentar nesse sentido.

No que diz respeito à Delegação Regional do Norte (DRN), foram transportados pelo INEM 924 utentes e, quanto à Delegação Regional do Sul, 858 utentes. Já no Centro, o organismo deu conta de 407 casos e no Algarve 107.

"As quatro equipas de recolha de amostras biológicas que o INEM criou para auxiliar na resposta à pandemia efetuaram, no mesmo período, 236 recolhas biológicas, por meio de zaragatoas nas fossas nasais", sublinhou o Instituto, citado pela Lusa.

Desde 1 de março, recorde-se, que o INEM já transportou mais de 50 mil casos suspeitos de covid-19 para várias unidades de saúde. Tem sido feito um reforço do equipamento de proteção individual, segundo o coordenador da unidade de gestão de crises do INEM; Bruno Borges, que explicou que este reforço veio dar mais segurança aos profissionais.

Recorde-se que esta quinta-feira Portugal registou o segundo pior dia de sempre no que toca a casos confirmados de covid-19 em 24 horas - foram registados 1278 novos casos.