Opinião

Os mil e seiscentos casos e a avalanche de surtos nas escolas!

Este número não me espanta visto que Portugal e o governo está a falhar ao tomar uma medida que me parece ser urgente - A obrigatoriedade do uso de máscara em espaços públicos e quando existe qualquer tipo de interação social. 

Portugal registou hoje mil e seiscentos casos diários. No entanto, este número não me espanta visto que Portugal e o governo está a falhar ao tomar uma medida que me parece ser urgente - A obrigatoriedade do uso de máscara em espaços públicos e quando existe qualquer tipo de interação social. “Vinte e três escolas do país têm surto ativos de covid-19, com 136 casos de infeção entre alunos, professores e funcionários, disse hoje a diretora-geral da Saúde, afirmando, contudo, que a situação "está controlada"! 

No entanto, vamos tentar perceber, o porquê desta quantidade surtos nas escolas? Já foram várias as vezes que me deparei com alunos de 15 e 16 anos que após saírem das escolas estão em grupos de 8 até 15 jovens e interagem sem qualquer máscara ou distanciamento social. Para se verificar essa situação basta passar pelo liceu francês em Lisboa, ou pela saída de qualquer escola de Cascais ou Estoril. No entanto impõe-se a pergunta, a culpa é das crianças, que já tendo idade para pensar que isto põe seriamente em risco a vida de milhões de pessoas, que já morreram mais de um milhão de pessoas a nível  mundial e dois mil portugueses, e outros tantos milhares que vão ficar potencialmente infectadas ou é do governo que não aplica uma medida e mais uma vez já o faz tardiamente? 

No fundo, são dois problemas distintos a falta de consciencialização e a falta de actuação por parte do governo! No entanto exige uma medida que têm de ser tomada já e essa já peca por ser tardia, se não queremos confinar, se não queremos que a economia pare, mas principalmente se não queremos mais mortos e sofrimento no nosso país, o governo tem de obrigar as pessoas a utilizarem máscaras em espaços públicos! Como se costuma dizer: Não somos carne para canhão! Muito menos para um vírus que está a aterrorizar o mundo há dez meses! É altura de agir em conformidade!