Vida

Demi Lovato descobriu através de um filme que também gostava de mulheres

A cantora tinha 17 anos quando percebeu que gostava de ambos os sexos.

Demi Lovato apresentou com o estilista Tan France, que participa na série Queer Eye, um programa especial de uma hora que o Facebook organizou a propósito do Dia Mundial da Saúde, aproveitando a ocasião para revelar que descobriu a sua sexualidade quando viu o filme “Cruel Intentions”, de 1999.

O filme é sobre dois meios-irmãos, Kathryn Merteuil, interpretada por Sarah Michelle Gellar, e Sebastian Valmont, personagem de Ryan Phillippe, que fazem uma aposta para ver quem deles consegue fazer com que a filha do diretor da escola onde estudam, Annette Hargrove, interpretada por Reese Witherspoon, perca a virgindade antes do início do semestre.

"Foi definitivamente quando eu era jovem e definitivamente não era suposto ver 'Cruel Intentions', mas vi, e foi aquela cena em que elas se beijaram na relva do parque", disse a cantora sobre a cena em que Kathryn dá uma lição de como beijar alguém à amiga Cecile Caldwell, personagem de Selma Blair.

“Eu pensei: espera aí...eu realmente gostei daquilo e quero experimentar”, explicou Demi Lovato no programa “Coming Out 2020”, que aconteceu este sábado no Facebook. “E então, quando tinha 17 anos, assim o fiz e foi quando soube. É isso!”, acrescentou.

A cantora norte-americana de 28 anos admitiu ainda que já escreveu músicas sobre mulheres, mas os fãs sempre assumiram eram sobre homens. "Houve momentos em que escrevi músicas sobre mulheres e os meus fãs pensaram que eram sobre homens. Estou surpreendida por alguns deles [fãs] não terem descoberto que algumas canções eram para certas pessoas”, disse.

Recorde-se que numa entrevista em 2018 à revista InStyle, Demi lovato descreveu a sua sexualidade como sendo “muito fluida”. “Eu acho que amor é amor. Podes encontrá-lo em qualquer género. Eu gosto da liberdade de poder flirtar com quem eu quiser”, explicou na altura.