Sociedade

Afinal, Marcelo foi testado à covid-19 após ter estado com ministro infetado

Contrariamente ao que já havia sido dito pela DGS, esta segunda-feira, Marcelo fez um teste de rastreio à covid-19, depois de ter estado com o ministro Manuel Heitor, que está infetado com o novo coronavírus.

Marcelo Rebelo de Sousa esteve num evento com o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que está infetado com o novo coronavírus, no passado dia 4 de outubro. Recorde-se que a DGS afirmou, nesta segunda-feira, que não seria necessário testar o Presidente da República, pois tinha estado em contacto com o ministro Manuel Heitor na fase pré-infecciosa.

A diretora-geral da saúde explicou que “Sua excelência o Presidente da República esteve em contacto no mesmo evento que se chamou `Construir o futuro de Portugal – Um compromisso social, mas este ocorreu antes do senhor ministro Manuel Heitor estar na fase infecciosa, motivo pelo qual sua excelência o senhor Presidente da República não foi considerado para efeitos de rastreio nesta situação”, mas Marcelo Rebelo de Sousa acabou por ser testado pelas 14h, voltando a testar negativo à covid-19.

A realização deste teste já estaria prevista para esta segunda-feira, um dia antes de Marcelo se deslocar à Bélgica, onde vai dar a aula inaugural do ano académico 2020/2021 do Colégio da Europa, em Bruges.

Entretanto, o ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, permanecerá em isolamento no seu domicílio, assim como o ministro do Planeamento, Nelson de Souza, e a ministra do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, por se terem sentado ao lado de Manuel Heitor na Reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira.