Politica

CDS sinaliza voto contra o Orçamento

O CDS considera que este "não é o Orçamento de que o país precisa", sinalizando um voto contra.

 "A única estratégia é gastar dinheiro público. Há desconfiança em relação à iniciativa privada e não há uma medida de relevo para trabalhadores por conta própria, que continuam a lutar para sobreviver”, declarou esta terça-feira a deputada do CDS, Cecília Meireles, numa primeira reação do partido no Parlamento à proposta de Orçamento do Estado para 2021.

O discurso da deputada foi todo no sentido de um voto contra com uma ideia:este "não é o Orçamento de que o país precisa". Para os centristas "o motor do crescimento, para o Governo, é a despesa pública”. 

A deputada Cecília Meireles remeteu para o líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, o anúncio do sentido de voto dos centristas, mas deixou claro que não haverá margem para uma votação a favor ou a abstenção.