Internacional

Johnson e Johnson interrompe ensaios da vacina contra covid-19 depois de participante adoecer

Farmacêutica explicou que “a doença do participante está a ser avaliada”.

Os ensaios da vacina contra a covid-19 a ser desenvolvida pelo grupo farmacêutico Johnson & Johnson foram interrompidos por um dos participantes ter adoecido.

“Interrompemos temporariamente a administração de novas doses em todos os nossos ensaios clínicos de uma vacina experimental contra a covid-19, incluindo o conjunto de ensaio da fase três, devido a uma doença ainda por explicar num dos participantes”, anunciou a farmacêutica norte-americana em comunicado.

O grupo explicou que “a doença do participante ainda está a ser avaliada” por médicos e que “é importante conhecer todos os dados antes de divulgar mais informação”, recusando-se a avançar mais pormenores para “respeitar a privacidade deste participante”.

A fase um e dois dos ensaios desta vacina, a Ad26.COV2.S, começaram nos Estados Unidos e na Bélgica em julho. O início dos ensaios da terceira fase, última etapa de desenvolvimento para testar a vacina, foi anunciado pela empresa no dia 23 de setembro, tendo sido agora interrompido.