Economia

João Leão garante que Governo está "preparado para continuar a apoiar as empresas a manter o emprego"

O ministro das Finanças sublinhou ainda que 900 milhões de euros do Orçamento de Estado (OE)  estão destinados "para a proteção do emprego".

O ministro das Finanças, João Leão, defendeu, esta terça-feira, o Orçamento de Estado (OE), apresentado esta manhã e afirma que o Governo está "preparado para continuar a apoiar as empresas a manter o emprego" num período em que o país atravessa uma grande incerteza devido à pandemia mundial, durante uma entrevista à SIC.  

"O Governo quer dar um sinal a todas as empresas de que está preparado para, durante o próximo ano, e em função da evolução da pandemia, continuar a apoiar as empresas a manter o emprego, financiando parte dos custos do trabalho", assegurou o governante. 

Apesar das críticas que o documento sofreu, João Leão sublinhou que o Orçamento de Estado (OE) é "equilibrado" e que 900 milhões de euros do mesmo estão destinados "para a proteção do emprego".

O ministro defendeu ainda que, apesar da imprevisibilidade deste OE, a perspetiva de crescimento do PIB de 5,4% em 2021 é “alcançável” e que o documento "responde às necessidades da economia" atuais "de forma responsável”.