Sociedade

SEF. Sindicato agenda greve de três dias por falta de efetivos

 Dias de paralisação agendados para 22 de outubro, 26 de novembro e 16 de janeiro do próximo ano. 

Uma greve de três dias foi agendada esta quarta-feira pelo sindicato que representa os inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para 22 de outubro, 26 de novembro e 16 de janeiro do próximo ano. 

Estes dias de greve surgem devido à falta de efetivos e de investimento na formação dos mesmos.

"A falta de recursos e de investimento no SEF é gritante e tem revelado grandes dificuldades em áreas vitais e, consequentemente, tem projetado uma imagem negativa do serviço prestado", confessou à Lusa Acácio Pereira, presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SCIF/SEF).

Acácio Pereira revelou ainda que a greve vai decorrer em todos os locais em que os inspetores do SEF atuem.