Internacional

Mortalidade diminuiu na Europa apesar do aumento de casos, mas situação pode piorar "drasticamente"

O número de novos casos na Europa aumentou, mas a mortalidade diminuiu. No entanto, a OMS alerta que a situação pode mudar. Há uma explicação.

 A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta quinta-feira, que os números diários de novos casos de covid-19 na Europa são superiores aos registados nos primeiros meses da pandemia, no entanto, destacou que o número de óbitos é inferior.

Hans Kluge, diretor regional da OMS para a Europa, disse, em conferência de imprensa, que o número de novos casos diários é “duas a três vezes” superior ao dos primeiros meses da pandemia. Ainda assim, o número de mortes é "cinco vezes inferior".

Para o responsável, esta situação pode ser explicada com o facto de "a transmissão se estar a dar em pessoas mais jovens e menos vulneráveis". No entanto, alerta que a situação "tem potencial para piorar drasticamente com o contacto social entre gerações em espaços interiores".

O número de infeções na Europa "passou de seis milhões para sete milhões" em apenas dez dias. A covid-19 é atualmente a "quinta causa de morte" na região.

"É altura de aumentar medidas restritivas", defendeu Hans Kluge, lembrando que "a pandemia não inverterá o percurso por si".