Internacional

Ursula von der Leyen abandona Conselho Europeu após contacto com infetado

Segunda vez que a presidente da Comissão Europeia fica em isolamento este mês.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, informou, esta quinta-feira, que iria deixar mais cedo o Conselho Europeu, que decorre em Bruxelas, para voltar a ficar em isolamento, depois de ter tido contacto com um caso de covid-19.

"Acabo de ser informada de que um membro da minha equipa acusou positivo para a covid-19 esta manhã. Eu própria tive um teste negativo, mas como precaução deixo imediatamente o Conselho Europeu para entrar em isolamento", comunicou Ursula von der Leyen, numa mensagem publicada no Twitter.

Sublinhe-se que antes da sua participação na cimeira de chefes de Governo e de Estado da União Europeia (UE), que decorre entre hoje e sexta-feira em Bruxelas, Ursula von der Leyen esteve reunida com o primeiro-ministro português, António Costa, que lhe entregou o primeiro esboço do Plano de Recuperação e Resiliência português.

Esta é a segunda vez que a presidente da Comissão Europeia fica em isolamento, depois de no início do mês ter participado, em Portugal, no Conselho de Estado, onde esteve presente o ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, que viria a acusar positivo num teste à covid-19.