Sociedade

Portugal recebe fundos europeus de 304 milhões de euros para expansão da linha Vermelha do metro de Lisboa

Obras constam do Plano de Recuperação e Resiliência.

A expansão da linha Vermelha do Metro de Lisboa até Alcântara vai ser financiada totalmente por fundos europeus de 304 milhões de euros, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PPR).

Segundo disse à agência Lusa fonte do Ministério do Ambiente e da Ação Climática, que tutela os transportes urbanos, os 304 milhões de euros são o valor que consta do documento preliminar do PPR. “Os 304 milhões de euros correspondem ao investimento total da expansão da linha Vermelha até Alcântara, que será integralmente financiada através dos fundos europeus do PPR”, pode ler-se na resposta. 

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse, já em maio deste ano, no Parlamento, que o governo estava pronto para avançar com a expansão da Linha Vermelha. “A linha Vermelha é, de todas as linhas que constam do plano de expansão do Metro Lisboa, aquela tem estudos mais avançados. Repito: se a conseguirmos financiar, e eu não tenho qualquer indicação neste momento de que isso seja possível, farei tudo para que seja possível”, disse na altura, referindo-se à expansão de São Sebastião a Alcântara-Alto de Santo Amaro, com passagem pelas Amoreiras, Campo de Ourique e Infante Santo.